Justificativa do projeto, é que o problema pode ser corrigido se diagnosticada no pós-parto

O vereador Valdemir Soares (PRB) apresentou projeto que torna obrigatória a realização do “Teste da Linguinha” em crianças recém-nascidas antes da alta hospitalar (005.00218.2013). Segundo a justificativa do projeto, o problema conhecido como “língua presa” é uma alteração comum, que poderia ser corrigida se diagnosticada no pós-parto (ocorre quando uma pequena porção de tecido que deveria desaparecer permanece na parte inferior da língua, impedindo seus movimentos).

“O teste da linguinha é uma técnica para o diagnóstico da língua presa em bebês e foi desenvolvido no Brasil pela fonoaudióloga Roberta Martinelli”, esclareceu Valdemir Soares. Em setembro do ano passado, a Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia, a Associação Brasileira de Motricidade Orofacial, o Conselho Federal de Fonoaudiologia e a prefeitura de Brotas lançaram uma campanha nacional em prol do teste da linguinha, com o objetivo de esclarecer a população sobre o problema e a importância do diagnóstico precoce.

Para o vereador Valdemir, “o objetivo é diagnosticar e tratar precocemente as limitações de movimentos da língua causadas pela língua presa, limitações que podem comprometer as funções exercidas pelo órgão, como sugar, mastigar, engolir e falar” Ainda para o vereador, “estas distorções podem prejudicar a comunicação, o relacionamento social e o desenvolvimento profissional do indivíduo”. O projeto tramita nas comissões permanentes da Câmara Municipal.