Captura de tela 2013-12-06 10.17.14O hotsite Fono na escola: além do bê-a-bá e a matéria Lugar de fono é na escola, publicados no dia 25 de agosto deste ano, respectivamente no JC Online e no caderno Arrecifes, do Jornal do Commercio, venceram o 1º Prêmio Mérito em Jornalismo da Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia (SBFa), na categoria mídia impressa e online.

O material apresenta que a comunicação humana, a menina dos olhos dos fonoaudiólogos, é um elemento valioso para um bom aprendizado. A repórter de Suplementos Cinthya Leite, mestranda em saúde da comunicação humana pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), assina a concepção do projeto, a reportagem no impresso e no online, além da edição do hotsite. Esse é o 20º prêmio da jornalista na área de saúde, entre premiações locais, nacionais e internacionais.

“Como presidente nesta gestão que premia a imprensa pela primeira vez, fico muito feliz com tantas participações. O trabalho dos jornalistas não é bom apenas para a SBFa, mas é especialmente para a população, que fica ciente de quem somos e o que fazemos”, diz a presidente da SBFa, Irene Marchesan, que já prepara a 2ª edição do concurso.

O hotsite contempla matérias e entrevistas com fonoaudiólogos, além de seções sobre dificuldades e transtornos de aprendizagem, questões relacionadas à legislação e ainda um vídeo educativo com a participação de crianças, fonoaudiólogos e professores. O material impresso segue a mesma temática e traz exemplos de escolas públicas e privadas que valorizam a atuação do fonoaudiólogo.

Logo após a publicação, o trabalho teve boa repercussão. Além de ser compartilhado pelas redes sociais da SBFa, do Conselho Regional de Fonoaudiologia 4ª Região e dos próprios fonoaudiólogos, o material impresso jornalístico foi apresentado na Comissão de Educação da Câmara Federal pelo deputado federal Paulo Rubem, que destacou como a reportagem chama atenção para a atuação do fonoaudiólogo na educação.

OUTROS GANHADORES
A solenidade de premiação será no dia 9 deste mês, no Hotel Royal Jardins Boutique, em São Paulo. O vencedor da categoria rádio é o jornalista Raphael Moretti, da Super Rádio Tupi AM, com a matéria doenças neurológicas: a importância da fonoaudiologia. Já a jornalista Sandra Cabral, do Programa Educar para ser grande (TV ABCD), venceu a categoria televisão, com a reportagem inclusão escolar e problemas relacionados à fala.